Olha quem fala...

Minha foto
Salvador, Bahia, Brazil
Brasileiro. 20 anos. Nascido e criado em Salvador, Bahia. Filho de Paulo e Valdete. Tem cabelos pretos que, quando compridos, formam cachos. Pele morena. Tem por volta de 80 kg. Não tem certeza quanto à estatura, mas acha que está entre 1,68 e 1,70. Cursa Engenharia Elétrica no IFBA. Fala demais e dessa forma costuma esconder o que realmente quer dizer. Escreve por diversão, ou para extravasar. Tem medo de ser considerado arrogante ou convencido. É pessimista, mas está tentando mudar isso. Não usa nenhum tipo de droga, não bebe nem fuma. É vegetariano. Gosta de temas policiais, suspense e romance. Ele é besta.

segunda-feira, 22 de março de 2010

Vocabulário

Um dicionário é um livro imenso. Muitas palavras que nele estão mal são utilizadas na vida normal, mas mesmo assim elas estão lá, presentes. Algumas não têm motivos para serem utilizadas, mas outras têm motivos para não serem utilizadas. Cada um tem o seu próprio dicionário, as palavras que usa, os significados delas para você.
Pessoas que convivem comigo percebem que eu tenho um certo tabu para falar algumas palavras. Os motivos que me levaram a isso estão no passado, ligados a erros que eu cometi e a falhas que vejo nas pessoas ao utilizar estas palavras sem critério. Chega a ser feia e banal a forma que estas palavras são utilizadas. Vejo-as sendo lançadas desenfreadamente e deliberadamente, e isso me traz à memória as palavras que minha mãe sempre repete e que eu sei que o que dizem é verdade: "As palavras têm poder". Em pensamento elas são poderosas, mas uma vez ditas, agem como magia.
Não me sentia preparado o suficiente para dizer esse tipo de coisa, é como se houvesse pré-requisito para a sua utilização - por mais que para algumas pessoas isso não exista. Coisas de Murilo. Em verdade, consigo sim dizer estas palavras, entretanto não quando falo de mim. Escrevi textos sobre elas, as utilizando, mas jamais na forma reflexiva.
Amigos meus já me disseram pra abandonar estas coisas do passado, que o momento que vivo é muito diferente daquele e que elas merecem ser usadas. Verdade, por isso estou escrevendo este texto. Ainda vai ser difícil me ver falar pessoalmente essas palavras, mas aqui pretendo dar um começo. As palavras são todos e quaisquer derivados de uma só palavra: amor.

Boooa Murilo, tanta viadagem só pra dizer isso? To comendo feijão com azeite de oliva HAHAHAHA!

Mudar

Acordei com vontade de mudar. De melhorar, sabe? Emagrecer, me dar bem na faculdade, estar e falar com quem gosto, com meus amigos, tudo mais. Quero ser uma pessoa melhor e sei que tenho capacidade. Só preciso de organização.
Li sobre caminhada hoje e fui pro Dique praticar. Pretendo manter meu ritmo, não parar. Quero ser melhor do que sou agora.
Esses dias fiquei orgulhoso de mim mesmo quando consegui fazer as questões de cálculo, faltava motivação. E ela finalmente chegou! Agora sim, sinto-me mais seguro.
Ah sei lá, quero melhorar e só.

Texto curto, desabafo... mas dessa vez é post duplo! HAHAHAHA